Futebol feminino boca juniors – história do desenvolvimento do grande argentino

Se existe um clube que especialistas e torcedores associam ao futebol feminino na Argentina, é definitivamente o BJ em questão. Começando sua jornada em 1990, este clube percorreu um longo caminho desde um encontro não profissional de amadores, até uma das forças mais formidáveis de toda a região da América do Sul.

Naturalmente, o caminho para seu status atual e mais de duas dúzias de títulos não pode ser chamado de rápido e fácil. Mas no final, a equipe técnica, que também passou por muitas mudanças significativas, conseguiu encontrar a fórmula para o sucesso. Como mostra a prática, ela ainda funciona hoje, o que significa que a eficácia da abordagem escolhida não pode ser negada.

Antes do status profissional

Após sua criação em 1990, o clube começou seu desempenho no campeonato nacional de mulheres. É verdade que naquela época o futebol feminino parecia algo estranho e, portanto, esta disciplina esportiva ainda não tinha um status profissional e, em geral, estava passando por uma era formativa. Mas isso não impediu que o clube se juntasse à luta pelos prêmios do campeonato principal – a primeira temporada foi encerrada com um conjunto de medalhas de prata.

Em seguida, houve um pequeno declínio nos resultados, que terminou em 1998, triunfando e ganhando a taça principal. Além disso, este evento foi o início de uma longa série de desempenhos bem-sucedidos, pois durante os muitos anos de existência da liga feminina, a equipe em questão só falhou em comemorar o campeonato final algumas vezes e quase sempre entrou no intervalo da baixa temporada com um conjunto de prêmios.

Durante esse tempo futebol feminino boca juniors experimentou uma mudança de vários treinadores principais. Assim, as rédeas foram sucessivamente trocadas entre vários especialistas famosos. Mas o resultado geral de seu trabalho conjunto foi mais de duas dúzias de títulos na temporada regular, uma vitória na Super Copa Feminina e uma passagem para a Super Final.

Além disso, o clube se apresenta regularmente no cenário internacional, defendendo a honra do país na região da América do Sul. Este ano, a equipe só parou na partida final, terminando em segundo lugar na Copa Libertadores.

Após a obtenção do status profissional

O ano de 2019 viu um evento que literalmente virou a percepção do futebol feminino na Argentina de cabeça para baixo: o esporte recebeu o status de um esporte profissional. As equipes, incluindo nosso clube, agora podiam pagar o salário integral de suas jogadoras, atraindo novos investimentos. Além disso, o status das principais ligas nacionais subiu acentuadamente, o que significa que os campeonatos são muito mais valorizados.

Naturalmente, o fato de assinar os primeiros contratos profissionais em suas vidas não mudou muito para os 21 jogadores do primeiro time. Mas este evento pode definitivamente ser considerado um marco importante no futebol feminino.

Deve-se notar que este evento significativo foi marcado adicionalmente pelo clube – o plantel feminino foi autorizado a jogar um dos jogos da temporada regular na arena da casa, o plantel masculino está de pé. Um espetáculo tão incomum atraiu a atenção de um grande número de torcedores, tornando-o um dos principais eventos do ano. Simbolicamente, o jogo terminou 5-0 em favor do time da casa.

Em 2021, o time conseguiu registrar seu 24º título do campeonato nacional, tornando-se o primeiro medalhista de ouro do campeonato, que já se tornou um campeonato profissional. Deve-se notar que a última partida da temporada foi contra o principal rival, “River Plate”, e terminou 7-0, um resultado esmagador.

Rate this post

Adicione um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

19 − seis =